19 setembro 2016

Sou toda gratidão

Motivo nº:n+91

RELATO DE UMA SOBREVIVENTE.

Cadavérica. 
Olhos fundos e ossos sobressalentes. Me pesei e notei que, nesses últimos desgastantes 21 dias, perdi 1kg de saúde.
Tenho muitas coisas em mente, embora ainda me recuperando da fraqueza.
Parece frescura e ingratidão, mas estar longe da família, enfrentando uma semana de provas de fim de semestre, terminar um semestre fora do mês habitual, com o coração se recuperando de um abalo sísmico, correndo todos os dias cinco voltas num campo (correndo um C e caminhando um I) e ainda sem se alimentar direito, só pode resultar nisso: um ser humano fraco, com o psicológico a mil que retorna finalmente para o seu lar.
Ultimamente não tive lá muito tempo para o blog e nem mesmo para visitar outros blogs devido essas adversidades da vida.
O que eu quero dizer, acima de tudo é: independente de tudo o que você enfrentar para realizar um sonho ou conquistar algo que queira muito, jamais desista. Jamais.
Se sentir sozinho (a) lembre-se dessa força que alimenta suas células de modo involuntário. Lembre-se dessa força que permite seu sono e seu despertar, que permite o funcionamento do seu corpo e a manutenção deste. Lembre-se que essa força é a mesma que atua nas plantas, animais e tudo o que é vivo e não vivo na Terra. Somos todos um. Somos todos essa força. Somos todos Presença. Nunca estraremos sós.
Hoje, sou muito grata. Grata pelas pessoas que compõem minha família e que, à sua maneira, me entendem. Grata pela força que me dão. Grata pelas pessoas que aparecem na minha vida e a enchem de graça. Grata por essa força que emerge de dentro de mim e não me permite desistir no primeiro obstáculo.
Porque, olha, sinceramente. Não é fácil.
Sou toda gratidão.
Consegui fechar minhas notas, consegui enfrentar 21 dias seguidos sem ir para casa. Essa última semana foi uma fucking-interminável-semana. A impressão que eu tinha, era a de que ficaria em São Carlos para sempre.
O lugar onde vivo lá é digno de gratidão. Porém nunca será como meu verdadeiro lar. Nunca.
E sou muito grata por poder voltar agora e me recompor com esse quase um mês que terei de recesso pela frente.
Gratidão, gratidão, gratidão!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua interação é sempre bem-vinda!!
Deixe seu comentário acompanhado do link do seu blog que retribuo a visita!! E não esqueça de seguir também para acompanhar as atualizações!

Página Anterior Próxima Página Home
Layout criado por